Site Autárquico de São Brás de Alportel

Início |sexta-feira, 18 de agosto de 2017 | Mapa do Site | Adicionar aos favoritos |
-a +A
Mapa

Iniciativas

Portal da Criança - CPCJRecriação hirtórica - CentenárioFeira da SerraDocumentar São Brás

Projetos Educativos

A educação é área de intervenção prioritária do município, constituindo a base de toda a edificação da comunidade.

Para dar às crianças e jovens um ensino de qualidade, a Câmara Municipal desenvolve um conjunto de projetos educativos, em parceria com diversas entidades locais e regionais.

  • Crescer a Brincar

    A Associação Prevenir é uma ONG para a Prevenção e Promoção da Saúde que  vem por este meio apresentar  a sua melhor proposta para a continuidade de nosso programa de Prevenção e Promoção da Saúde em meio escolar no Concelho de São Brás de Alportel: “Crescer a Brincar”.

    Nas várias escolas do Concelho de São Brás de Alportel os nossos programas têm verificado  bastante sucesso e muita adesão por parte dos professores/ educadores, graças ao investimento da Câmara Municipal de São Brás de Alportel.

    A efetividade de Programas de Prevenção depende da implementação continuada ao longo do tempo.

    Com este programa, o nosso objetivo é realizar um trabalho continuado e sistemático a nível da prevenção, da promoção da saúde e das competências psicossociais, acompanhando as crianças desde uma idade precoce e estando presentes nos momentos de transição, de forma a tornar estas mudanças mais suaves e a amenizar possíveis problemáticas que têm tendência a surgir nestas alturas.

    No 1º Ciclo do Ensino Básico, as crianças vão ser acompanhadas do 1º ao 4º ano de escolaridade através do programa “Crescer a Brincar”.

    O “Crescer a Brincar” é destinado às crianças de 6-10 anos. É um programa longitudinal (dos 4 anos do 1ºciclo do Ensino Básico) de promoção do ajustamento psicológico, através do reforço dos fatores de proteção e da redução dos fatores de risco. Este programa é aplicado às crianças, em contexto de sala de aula, pelos professores que contam com um manual teórico de apoio e com o manual do aluno, mais prático. O programa está dividido por sessões cujo suporte básico são os manuais do aluno em formato de banda desenhada, com autocolantes, jogos e atividades, que pretendem trabalhar diversas variáveis específicas ao longo dos 4 anos, nomeadamente: o autocontrolo, a auto - estima, a diferenciação emocional, a capacidade de tomar decisões e resolver conflitos, a gestão emocional (a importância de experienciar emoções positivas), etc, ao mesmo tempo que são trabalhadas estratégias para prevenir a:

    Indisciplina, a delinquência, o insucesso escolar e a toxicodependência.

    A Associação Prevenir aposta numa prevenção iniciada precocemente, que engloba uma intervenção sistemática e continuada ao longo de várias faixas etárias e que está presente em várias etapas de transição.

    A aprovação da continuidade do programa para o ano letivo 2013/2014 irá permitir a continuidade dos programas, em 4 escolas do Concelho de São Brás de Alportel, abrangendo cerca de 114 alunos, as respetivas famílias e 6 professores e, por outro lado, este ano letivo os professores irão receber formação creditada (que irá permitir que os educadores/ professores recebam um máximo de 3 créditos e mais se certifica que, esta formação releva para os efeitos de progressão na carreira).

    Para além destes alunos, famílias e professores que estamos abranger com o programa, na ação de formação participam mais 13 professores (que tem outros anos de escolaridade e não foram abrangidos), ou seja, através das sessões de formação conseguimos abranger mais 220 alunos e respetivas famílias e os 13 professores. Sendo assim, com a aprovação da continuidade do “Crescer a Brincar” para o ano letivo de 2013/2014 conseguimos chegar a cerca de cerca de 19 professores, 335 alunos e famílias.

    Associação Prevenir
    N.I.F.: 506 124 428.
    Av. António Augusto de Aguiar, n.º 163 – 5.º Direito, Sala 7, 1050-014 Lisboa.

    Tel.: 21 380 82 41.
    Fax.: 21 351 90 04
    prevenirgeral@gmail.com // www.aprevenir.com

  • Eco Escolas


    PARCERIA 2013/2014  ABAE Eco Escolas / Município S. Brás de Alportel 

    O presente protocolo de parceria, válido depois de assinado por ambas as partes, visa o compromisso de colaboração entre a ABAE e o município na implementação e desenvolvimento do Programa Eco Escolas no concelho. Poderá por sugestão do município vir a incluir outras alíneas.

    A sua existência é fundamental ao desenvolvimento integral do Programa Eco Escolas nas escolas inscritas.

     

    Termos da Parceria

    1- A Autarquia compromete-se a:

     

    Colaborar com a  ABAE nos termos acordados por ambas as partes;
    Reconhecer a importância do desenvolvimento do Programa ECO-ESCOLAS nas escolas inscritas;
    Apoiar, dentro das possibilidades do Município, as iniciativas que as escolas se propõem desenvolver nomeadamente através da participação no Conselho Eco Escolas;
    Pagar o valor de inscrição de cada escola no Programa Eco Escolas que tem em 2012/13 o valor único 2013/14- 70€ (setenta euros). Este valor da inscrição inclui todo o ano letivo e refere-se à comparticipação nos seguintes custos: taxa a pagar à FEE internacional por cada Eco Escola inscrita, produção e distribuição e envio de materiais, possibilidade de participação nos subprojectos, formação creditada e não creditada, apoio técnico-pedagógico, comunicação; e ainda custos inerentes à atribuição do Galardão: produção das bandeiras e certificados, organização do Dia Bandeiras Verdes, etc.
    2- A ABAE compromete-se a:

    Colaborar com o Município nos termos acordados por ambas as partes;
    Atribuir ao município, acesso com login, à plataforma Eco Escolas em www.abae.pt/EcoEscolas  para consulta de toda a documentação das suas escolas (fichas de acompanhamento, relatórios de candidatura ao galardão, ações, etc.)
    Privilegiar o desenvolvimento de ações com as autarquias parceiras;
    Colaborar ou participar com o Município Parceiro na realização de ações ou eventos de educação ambiental para a sustentabilidade promovidos pelo Município, que envolvam as escolas.
    Acompanhar em termos de formação e informação, todas as escolas inscritas no Programa ECO-ESCOLAS;
    Listar no site da ABAE (www.abae.pt) todas as autarquias parceiras com linking para a respetiva página municipal;
    Incluir página pública on-line de cada escola do concelho menção à parceria do município na implementação do Programa e breve descrição do concelho;
    Fazer constar nos certificados Eco Escolas entregues a cada escola Galardoada, a declaração do apoio do respetivo Município. Todas as escolas dos concelhos com os quais se estabelece a parceria terão o seu Certificado Eco Escola chancelado com o logotipo do Município;
    Emissão de um Certificado para o Município mencionando o número e nome das Eco Escolas galardoadas no concelho;
    Entregar uma Bandeira de Secretária para o Município, identificada com o ano da Parceria;
    Disponibilizar a Exposição Eco Códigos de forma gratuita (desde que levantada e entregue nas nossas instalações) para os Municípios Parceiros e respetivas escolas;
    Difundir e publicar nos órgãos de comunicação social e no Boletim da ABAE – “TerrAzul notícias” - do "MAPA BANDEIRAS VERDES" - Eco Escolas e respetivos municípios.

  • EnPAR

    Reunião preparatória VI ENPAR (2014)  Projeto de Partilhas em Meio escolar na região Algarve

    INICIATIVA DA RESPONSABILIDADE DA Direcção de Serviços de Educação do Algarve

    Realizou-se em 2013.11.06, a reunião de trabalho preparatória para o arranque do VI ENPAR (2014). Esta reunião serviu também para dar a conhecer a nova plataforma pública do ENPAR, do qual o Município e Agrupamento de escolas de S. Brás de Alportel fazem parte, acessível em

    http://www.drealg.net/moodle2/course/view.php?id=28.

  • Vamos apanhar o Teatro - VATE

    Vamos Apanhar o Teatro em São Brás 2013

    Nº de atividades 12 atividades (3 dias)

    Datas 18, 19 e 20 de Novembro 2013 (manhã e tarde)

    Escolas 1º Ciclo do Ensino Básico (a designar pela autarquia)

    Critério de seleção Prioridade às turmas do 4º e 3º ano

    Nº de participantes 27 Por período do dia (manhã ou tarde)

    Contactos Jeannine Trévidic (coordenadora do projeto VATe) – 917 861 864

     


    Atividades

    Espetáculo O Pequeno Príncipe

    Ateliê de sombras

    Horários da manhã
    Espetáculo (10h00 às 10h45)
    Intervalo (10h45 às 11h00) Ateliê (11h00 ao 12h30/13:00)

    Horários da tarde
    Espetáculo (14h30 às 15h15) Intervalo (15h15 às 15h30)
    Ateliê (15h30 às 17:00/17:30)

  • Projeto EPIS

    Projeto EPIS – Mediadores de capacitação para o sucesso escolar

    A Associação EPIS – Empresários pela Inclusão social foi criada em 2006 com o objetivo de juntar empresários que em comum pudessem contribuir para uma maior inclusão social.

    O grupo fundador decidiu focar a sua ação na área da Educação, nomeadamente no combate ao insucesso e ao abandono escolar. Entre outras atividades tem vindo a desenvolver com vários municípios uma “Rede de Mediadores de capacitação para o sucesso escolar” ; nesse sentido endereçaram convite para aderir a esta rede, o Município de S. Brás e o Agrupamento de escolas José Belchior Viegas.

    No ano letivo 2013/2013 houve uma visita e reunião conjunta entre representantes da EPIS, Município e Agrupamento onde se verificou a pertinência deste tipo de intervenção para o nosso concelho e comunidade escolar, tendo todas as partes intervenientes manifestado a vontade de vir a realizar candidatura de projeto nesse sentido. Assim se iniciou o trabalho nesta parceria.

    A Rede de Mediadores de capacitação para o sucesso escolar, é focada em alunos que frequentam o 3º ciclo do ensino básico (escolaridade de secundário) incluindo na sua abordagem uma metodologia com duas partes fundamentais, (1) um sistema de sinalização de jovens com fatores de risco em termos de sucesso escolar, organizados em 4 grupos - aluno – família – escola e território

    No ano letivo de 2013/2014 o projeto vai continuar a desenvolver-se no nosso agrupamento fruto dos bons resultados da experiência anterior e da necessidade fundamentada de continuidade para apoio a jovens carenciados inscritos neste ano. Uma candidatura para “ Bolsa Social “ permitirá o pagamento a 2 professores/mediadores do agrupamento que irão dar continuidade ao uso desta metodologia educativa.

AGENDA

PUBLICAÇÔES

Newsletter