Site Autárquico São Brás de Alportel

Xanabus

Este mês rumamos até à Avenida da Liberdade que faz, a 1 de dezembro, 27 anos que viu nascer a loja Xanabus no n.º 29.

Maria Fernanda Lourenço conta que na época começou a perceber que a crise económica que vivia poderia colocar o seu trabalho num escritório de materiais de construção em risco e decidiu aventurar e criar o seu próprio negócio. Optou pela área de venda de lingeries, roupa de interior e pijamas, produtos de que sempre gostou. Admite que esse gosto possa ter sido por influencia da sua saudosa mãe. Na altura, em São Brás de Alportel só se vendiam estes produtos com marcas mais especiais numa loja que vendia vestidos de noiva e de cerimónia.

Começou à procura de marcas e produtos diferentes e de boa qualidade que não estavam disponíveis em São Brás de Alportel.

Há quase 27 anos que tem brio em apresentar a sua montra sempre decorada de forma criativa e apelativa, com as novidades de cada época e a rigor com várias efemérides como o Dia dos Namorados, o Natal, a Páscoa, o início do ano escolar, entre outras.

A par dessas datas, tem vindo a ser presença assídua nos eventos que o Município dinamiza para a promoção do comércio local como a Noite Vermelha, a Noite Prata, o São Brás Fashion, também nos desfiles de moda “Miss e Mr. Escola Secundária”, entre outros. “Aderi sempre e dou o meu sincero muito obrigado ao Município”, sublinha.

Na altura ainda não se vendiam produtos como as cuecas de fio dental ou o wonderbra que mais tarde fizeram muito sucesso. A Xanabus foi uma das primeiras lojas no Algarve a vender o soutien wonderbra e Fernanda recorda que foi uma loucura e que chegou a ter clientes que vinham de Vila Real de Santo António à procura daquele produto.

O Natal é a época em que tem maior volume de vendas, mas conta que na altura do Dia dos Namorados também tem um acréscimo de vendas. Em alguns anos, chegou mesmo a ter filas de homens (maridos e namorados) à porta da loja no Dia dos Namorados em busca de algo diferente para oferecer às suas caras-metades. Diz que era engraçado vê-los a tentar explicar as medidas das mulheres, mas com a sua experiência ajudava-os.

Um negócio que considera que tem sido bem-sucedido graças ao grande apoio do seu marido e das suas filhas, mas também, sem sombra de dúvidas, dos seus clientes e dos são-brasenses.

Com o volume de clientes e de vendas a aumentar, Fernanda sentiu necessidade de mais espaço e em 2004 a Xanabus desceu a Avenida da Liberdade até ao n.º 19, uma antiga loja de pronto-a-vestir que acabava de encerrar atividade.

Como o esposo se tinha reformado na mesma altura, decidiram abrir no n.º 29 uma loja com artigos exclusivos da Disney, que mais tarde encerraram porque começou a haver muita concorrência.

A Xanabus não ficou ilesa ao impacto da abertura dos grandes centros comerciais na região, mas diz que aos poucos tem vindo a recuperar e que mesmo durante os períodos de confinamento provocados pela pandemia continuou a vender com entregas ao domicílio e ao postigo.

Segundo a Fernanda, a sinceridade, a disponibilidade, a qualidade e a simpatia são os “ingredientes” chaves para o sucesso deste estabelecimento.

Admite que já vai pensando na reforma, mas não tem a quem deixar o negócio e ao mesmo tempo continua a ter o mesmo entusiasmo inicial de estar na loja e de escolher as coleções. “Gosto tanto disto. Gosto do que faço. Adoro!”, confessa.

Não perca esta rota e descubra estes espaços tradicionais que fazem parte da nossa História! Pode descobrir mais no sítio do município em www.cm-sbras.pt

Textos: Sofia Silva / Marlene Guerreiro

Sugira-nos lojas e empresas com história. Contacte-nos: 289 840 019 / municipe@cm-sbras.pt