Site Autárquico São Brás de Alportel

Resiliência, altruísmo e genialidade da comunidade são-brasense homenageados no Dia do Município

Comemorações do 106.º Dia do Município de São Brás de Alportel

08 de junho de 2020

São Brás de Alportel celebrou a 1 de junho, os 106 anos da sua elevação a concelho, com um programa comemorativo, adaptado ao contexto de pandemia, que honrou os tradicionais atos solenes e as atividades comemorativas, partilhadas de forma inédita, com toda a comunidade através das redes sociais e dos canais digitais, num esforço por tonar possível a participação dos são-brasenses a partir da segurança das suas casas.

O programa comemorativo começou com a habitual romagem ao mausoléu de João Rosa Beatriz, fundador do concelho, seguida da cerimónia protocolar de hastear da bandeira, momentos com participação limitada e acesso restrito.

Seguiu-se a Sessão Solene Comemorativa que nesta edição especial decorreu no Cineteatro São Brás, de modo  a proporcionar a máxima distância de segurança entre os presentes e com acesso condicionado. Não sendo possível assegurar a livre participação da comunidade nesta sessão , o município assegurou a sua transmissão em direto, na rede social Facebook e posterior transmissão em diversas redes e canais digitais.

A cerimónia  contou com a honrosa presença e intervenção da Secretária de Estado da Ação Social, Rita da Cunha Mendes, bem como de um largo conjunto de representantes de entidades locais e regionais, bem como da Administração Púbica Descentralizada e contou ainda com momentos musicais, interpretados pelo jovem são-brasense Duarte Amaro.

Após as intervenções do Presidente da Assembleia Municipal, Ulisses de Brito, do Presidente da Câmara Municipal Vitor Guerreiro e da Secretária de Estado, Rita Mendes, seguiu-se o momento simbólico de entrega de fardamento e equipamentos de proteção adquiridos e confecionados pelo Município para as Unidades de Saúde, com a presença do Presidente do Conselho Diretivo da Administração Regional de Saúde, Paulo Morgado; e da Diretora Executiva do Agrupamento de Centros de Saúde – ACES Central; e de computadores adquiridos pela autarquia, para os alunos que não dispunham destes equipamentos para o seu estudo em casa, estando presentes a Diretora do Agrupamento Nídia Amaro e a Presidente da Direção da Associação de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento, Marta Rodrigues.

Seguiu-se o emocionado momento de entrega de 11 Insígnias Municipais de Valor e de Altruísmo, apresentadas pela Vice-Presidente Marlene Guerreiro, no decurso de aprovação unânime em reunião de câmara de 26 de maio, e dando continuidade à atribuição de um voto de louvor à comunidade, a 17 de abril último.

“Pela primeira vez em democracia não é possível contar com a participação de todos aqueles que hoje gostariam de estar aqui connosco, neste ato público”, lamentou o presidente da Câmara Municipal, Vitor Guerreiro, durante a sua intervenção, onde pediu um minuto de silêncio em memória das vítimas da COVID19 de todo o mundo.

O edil são-brasense aproveitou a ocasião para dar conta da criação do Fundo Municipal de Emergência COVID19, para o qual foi mobilizado do orçamento municipal e da conta de gerência do Município, uma verba superior a meio milhão de euros que estão a ser investidos no reforço dos meios de combate à propagação do COVID19 e cuidados de saúde, no reforço das respostas existentes e criação de novas medidas na área da solidariedade e de apoio à economia local.

Vitor Guerreiro referiu ainda alguns dos investimentos que estão em curso, numa aposta reforçada no incremento da economia local, que passa por uma estratégia de valorização do espaço urbano e pelo apoio ao tecido empresarial. O Município reiniciou várias obras entre as quais a construção do Terminal Rodoviário, a Requalificação do 1.º Troço da Avenida da Liberdade que se espera que em breve seja alargada a toda a Avenida da Liberdade, tendo como missão dar mais segurança e melhor mobilidade para peões e condutores. Também em fase de conclusão está o projeto que visa renovar o Centro Urbano – artérias centrais na envolvente do Mercado Municipal em ligação com a Avenida da Liberdade e a rua João de Deus. Uma obra que será mais um grande passo nas acessibilidades para todos e que se pretende importante na dinamização do comércio local. Na área da educação, Vitor Guerreiro explicou que estão em curso as obras de melhoria da eficiência energética da escola EB1 n. º2, que prevê a substituição da cobertura de fibrocimento, a instalação de painéis fotovoltaicos e a instalação de aparelhos de ar condicionado.

“Estamos, ainda, a fazer todos os esforços para viabilizar uma obra na escola EB 2,3 Poeta Bernardo Passos com vista à remoção e substituição das coberturas em placas de fibrocimentos existentes”, acrescentou.

O Município está ainda a aguardar resposta do programa CRESC Algarve à candidatura submetida com vista a apoio comunitário para a ampliação do Jardim de Infância de São Brás de Alportel, mais conhecido como “As Joaninhas”. Uma obra que pretende dar resposta ao crescimento populacional do concelho e que tem um investimento estimado na ordem de 1,5 milhões de euros.

Vitor Guerreiro recordou ainda que o Município vai ceder até ao final do ano um terreno municipal onde a Santa Casa da Misericórdia de São Brás de Alportel vai construir um Lar Residencial e Centro de Atividades Ocupacionais para apoio a pessoas com deficiência do concelho e da região.

O presidente da Assembleia Municipal, Ulisses de Brito, reconheceu o esforço de toda a comunidade neste período e disse ter esperança que seja motivo de orgulho para as gerações futuras.

“O Município de São Brás de Alportel tem vindo a ser um excelente exemplo para a região e para o país” afirmou Rita da Cunha Mendes, na sua primeira presença no Algarve, enquanto Secretária de Estado da Ação Social, após ter conhecido muitos dos projetos desenvolvidos no concelho com vista à proteção social e económica.

Rita da Cunha Mendes, Secretária de Estado da Ação Social deixou um agradecimento público a todas as entidades e profissionais desta área que se mantiveram fiéis e incansáveis no cumprimento das suas funções neste período de pandemia.

Reconhecendo que neste contexto sem precedentes, todos os portugueses se tiveram de adaptar a nível pessoal e profissional, a secretária de Estado confessou que esta pandemia deu lugar a atos de generosidade e criou janelas de oportunidade jamais antecipadas.


Dia da Criança, arte, história e cultura celebrados com programa virtual


Os 106 anos da elevação de São Brás de Alportel a município foram assinaladas de forma atípica, provocada pelas regras de segurança para a contenção da pandemia do novo coronavírus COVID19.  Também a tradicional Festa do Dia da Criança passou para um “recreio virtual”, nas redes sociais, com um conjunto de atividades concebidas para usufruto dos mais pequenos e das suas famílias a partir de casa. O momento alto do dia foi vivido ao final da tarde quando uma inesperada avioneta cruzou os céus do concelho para deixa uma mensagem para todos “Parabéns São Brás! Feliz Dia da Criança”.

Na impossibilidade de realizar a habitual inauguração de uma exposição na Galeria Municipal, o Município partilhou nas redes sociais uma visita virtual ao “Espaço Memória” e levantou o véu sobre a exposição “São Brás de Alportel – Gentes e Memórias” que será exibida na Galeria Municipal assim que estejam reunidas as condições de segurança.

São Brás de Alportel, município naturalmente associado à gastronomia tradicional, apresentou ainda através das redes sociais (Facebook e Instagram) a secção "Sabores da Primavera" do livro “Mercado Municipal – Ciclo de Sabores”.

Em virtude do contexto atual, o tradicional concerto ao ar livre deu lugar a uma edição especial da Gala “São Brás a Cantar”.

Uma iniciativa transmitida nas redes sociais, no Youtube e no MeoCanal do Município após gravação prévia conseguida através de uma megaoperação que visou proteger os vários artistas e técnicos envolvidos ao mesmo tempo que se deu a conhecer artistas são-brasenses.