Site Autárquico São Brás de Alportel

São Brás de Alportel marca presença na Festa do Outono de Serralves com as “Aldeias de Portugal”, a representar o Algarve

22 de setembro 2023

O concelho de São Brás de Alportel vai estar presente na Festa do Outono de Serralves que decorre este fim de semana no Porto, representando as Aldeias de Portugal localizadas no Algarve. A serra de São Brás, com núcleo em Parises integra a rota das Aldeias de Portugal, revelando os ancestrais saberes e sabores desta região.

 

Este ano, a Festa do Outono de Serralves conta com a presença das “Aldeias de Portugal” e irá receber no núcleo rural do Parque as aldeias que integram esta marca/projeto que dá a conhecer o património das aldeias classificadas pela sua genuinidade.

 

Entre as 10h00 e as 19h00, o Parque de Serralves vai receber gratuitamente os visitantes que vão receber postais alusivos das “aldeias de Portugal” para podem enviar para amigos e familiares nos mais diversos cantos do país.

 

Ao longo dos dois dias, cada aldeia vai apresentar o seu potencial e interesse. São Brás de Alportel vai participar no domingo com uma mostra de artesanato e identidade.

 

A Festa do Outono de Serralves visa sensibilizar o público para a sustentabilidade ambiental, a cultura rural e a vivência agrícola, pelo que há outras propostas sobre o património das “Aldeias de Portugal”.

 

A chamada “Broa Mimosa” do Boco, por exemplo, será dada a conhecer como ex libris dessa localidade do município de Vagos logo no sábado de manhã, seguindo-se uma apresentação sobre os cruzeiros de São Vicente Pereira, antigos marcos dos itinerários pedestres dessa freguesia de Ovar.

 

A rematar a passagem pela “Festa do Outono”, estarão duas iniciativas relacionadas com uma tradição que a UNESCO reconheceu em 2019 como Património Cultural Imaterial da Humanidade: os caretos de Podence e as máscaras que eles usam no Entrudo Chocalheiro dessa “Aldeia de Portugal” situada em Macedo de Cavaleiros. Especialistas na matéria estarão no espaço da ATA para ensinar a pintar as peças que, em cada Carnaval, garantem o anonimato de quem se veste de careto e, após dessa oficina, a festa em Serralves encerrará com uma autêntica “chocalhada”, que é o ritual pagão com que essas figuras de traje colorido saltam e dançam pelas ruas de Podence para expurgar os males da comunidade, purificar a aldeia e apelar à fertilidade.