Site Autárquico São Brás de Alportel

Em Setembro, São Brás de Alportel prossegue na Rota das Artes

04 de setembro de 2019

Em Setembro, a arte marca forte presença em São Brás de Alportel, nas suas mais diversas manifestações, com nove exposições patentes em quatro diferentes espaços do concelho.

A Galeria Municipal inaugurou ontem, dia 2 de setembro, a exposição de pintura e desenho “Dance the Music”. Um projeto do grupo ArtwaysArt que é composto por um grupo de artistas de diferentes nacionalidades, residentes em Portugal  e com diversas expressões artísticas. Anna Knoop, Aniie Daenens, Bem Helmink, Joke Can Der Steen e Henk de Vries trocam experiências e inspirações artísticas e organizam exposições coletivas como a que apresentam agora em São Brás de Alportel, tendo como tema inspirador a música e a dança. A exposição está patente na Galeria Municipal até 30 de setembro.

O Centro Museológico do Alportel dá a conhecer a exposição “Geosentir” até ao final de outubro. Da introspeção da artista, Sofia Batista, sobre a aproximação do Homem às novas tecnologias e ao afastamento da natureza, renascem imagens que apelam à crescente necessidade de equilíbrio e proximidade com a natureza.

O Centro de Artes e Ofícios tem patente até dia 14 a exposição “Subnigrum: Fronteira” da artista Ana Vieira Ribeiro, que vai estar presente no dia 13 para visitas guiadas a esta exposição que propõe uma reflexão sobre o passado e o presente. Uma iniciativa promovida pelo Museu Zer0.

Até dia 30, está também presente no Centro de Artes e Ofícios a exposição de pintura “Os Começos”, de Jolita Yamuna que se inspira em tudo o que a toca tanto em sentimentos como em formas ou cores. Ao expor as suas obras, a artista espera que elas produzam nos outros algum efeito ou sentimento, como o amor, a curiosidade ou a sensação de expansão.

O Museu do Traje apresenta na Galeria Velha a exposição de fotografia “Movimento Congelado”, até dia 25, e inaugura a 27 de setembro a mostra de fotografia “Na Praia”. Ambas as exposições são da responsabilidade do Grupo de Fotógrafos do Algarve.
Simultaneamente, a Galeria Nova abre as suas portas no dia 14, com uma exposição de pintura de Hans Van Hoogdalem.

No Museu do Traje, até ao final do ano, é possível conhecer melhor a arte de trabalhar o barro assim como a cultura e a tradição dos telheiros. Uma exposição promovida pelo Museu em parceria com a Universidade do Algarve.

“As Engrenagens do Tempo” dá nome à  exposição permanente do Museu do Traje. Mais do que uma exposição, é uma abordagem social das décadas que ladearam o nascimento do concelho de São Brás de Alportel, em 1914, e as suas repercussões nos nossos dias.