Site Autárquico São Brás de Alportel

Centro de Artes e Ofícios

o lugar da tradição

Centro de Artes e Ofícios

Centro de Artes e Ofícios, o lugar da tradição

Espaço de encontro de saberes e fazeres tradicionais que centraliza a ação municipal na área da formação e educação de adultos e da valorização das artes e ofícios.
No coração da Vila, o antigo Palácio Episcopal, que acolheu tantas gerações de são-brasenses como primeira Escola Pública de São Brás de Alportel é atualmente um espaço de Cultura e Conhecimento, complementando a rede de Espaços Culturais do Município.

  • O que é?

    O Centro de Artes e Ofícios abriu as suas portas em 2009, como espaço de promoção cultural e de defesa do património, tendo como principal objetivo a preservação das artes e dos ofícios tradicionais.


    O Centro de Artes e Ofícios é um espaço de utilização gratuita, propriedade do Município de São Brás de Alportel, destinado ao encontro de saberes e fazeres tradicionais, que pretende centralizar a ação municipal no que concerne ao enriquecimento das competências da comunidade, através da realização de eventos, na área da educação não formal, formação, valorização das artes e ofícios tradicionais, bem como disponibilização de diversas atividades de tempos livres.

  • Objetivos

    A criação do Centro de Artes e Ofícios cumpriu um conjunto de objetivos de enorme relevo para o concelho de São Brás de Alportel, nomeadamente, recupera e valoriza um dos elementos mais importantes do património edificado da vila – o antigo Palácio Episcopal, cuja história remonta ao final do séc. XVI, contribui decisivamente para revitalizar o Centro Histórico, cabe-lhe um papel determinante no desenvolvimento turístico do município, uma vez que se localiza no coração do burgo antigo da vila, promove o conhecimento e a preservação das artes e ofícios tradicionais, importante legado do passado, aproxima as diferentes gerações e promove a inclusão social, dando espaço aos mais velhos para ensinarem aos mais novos os seus saberes.
    O Centro dispõe também de um ponto de informação turística, onde os visitantes podem esclarecer dúvidas, recolher material informativo e indicativo dos pontos de interesse presentes no município.

  • A história do edifício

    Este edifício, cuja história remonta aos finais do século XVI, serviu de residência de veraneio aos bispos do Algarve. Da primitiva construção, restam ainda um jardim, conhecido pela população local como a “Verbena”, e uma fonte monumental de oito bicos, coberta por um formoso zimbório, que ostenta as armas do bispo D. António Pereira da Silva (1704-1515). Após a elevação da freguesia de Alportel a concelho, em 1914, este edifício acolheu a primeira escola primária.

    Antigo Palácio Episcopal e Jardim da Verbena

  • Os Espaços e Serviços

    > RECEPÇÃO/ PONTO DE INFORMAÇÃO TURÍSTICA
    Este espaço centraliza os Serviços Administrativos do Centro e funciona, simultaneamente, dada a sua privilegiada localização no centro histórico, como Ponto de Informação Turística


    > SALA DE REUNIÕES
    Decorrem neste espaço reuniões de diversos grupos e estruturas.


    > ESPAÇO POLIVALENTE / EXPOSIÇÕES
    Este espaço acolhe anualmente diversas exposições

    > SALAS DE FORMAÇÃO
    1, 2 , 3 e 4 no R/C
    Anexo | 1.º andar


    As Salas de Formação acolhem inúmeras iniciativas, entre as quais as diversas disciplinas da Universidade Sénior e as mais diversas formações, em artes e ofícios e variadas áreas do conhecimento.


    > SALA TEMÁTICA

    Espaço que pode acolher diversas atividades.
    > WC INTERIOR - De apoio ao centro
    > WC – EXTERIOR - Podem servir como WC de apoio aos eventos realizados no exterior.
    > ESPAÇO EXTERIOR


    Pode acolher a realização de eventos e iniciativas diversas; servir de apoio para as atividades sócio-formativas e constitui um espaço polivalente que abre o centro à Comunidade. 

  • As Atividades

    O Centro de Artes e Ofícios acolhe as mais diversas atividades de promoção do conhecimento.

    > Universidade Sénior
    > Formações
    > Ciclo “Energize a sua Vida”

    > Iniciação às Artes
    Sábados| 15h00> 17h00
    Formação de pintura em Porcelana, Tela e Tecido

    Informações e inscrições no Centro de Artes e Ofícios através do Tel.289 840 210 ou junto da formadora Marcelina Gago, através do Tel. 962 502 762 ou e-mail.: marcelinagago1@gmail.com.

  • As Exposições

    Conheça o ciclo anual de exposições de 2020, com uma mostra diversificada de manifestações artísticas.

    17 de janeiro a 31 de março - Olaria Algarvia de Francisco Eugénio: "Um passado com futuro"
    Francisco Eugénio representa a quarta geração de uma família de oleiros. Desde pequeno, sempre de olho no trabalho do pai, Francisco com a sua perseverança, errou vezes sem conta, até conseguir. Sozinho, soube acompanhar os tempos. Elevou a Olaria, inovando-a, sem cortar as raízes tradicionais e funcionais do passado, lança perspetivas estéticas sobre o futuro. Fez do Oficio a sua profissão, como uma ponte entre o passado e o futuro. Francisco relembra sempre as manilhas e enfusas de outrora, sem nunca se negar a novas propostas funcionais e estéticas de designers, com quem trabalha em parceria, encarando-as sempre como novos desafios.
    Francisco Eugénio
    3 a 30 de abril - Criação e reciclagem de móveis de Cecília Santos: "Core D'Ore"
    A editora de vídeo, Cecília Santos é natural da Argentina mas tem na decoração e na reciclagem de móveis a sua grande paixão.
    A marca Core d'core nasceu há um ano fruto desse interesse. Podemos encontrar os trabalhos de Cecília Santos no seu ateliê, instalado no Sítio do Alportel.
    Nesta exposição podemos encontrar diferentes itens de decoração encantadores e móveis de madeira feitos a mão.
    Core D'Core

    3 de julho a 30 de setembro - Fotografia de Ruben Martin de Lucas e Arte digital de Boris Chimp 504: "Ciclo - O mapa e o território"

    Repúblicas Minimais de Ruben Martin de Lucas
    Fotografia

    O Museu Zer0 apresenta, pela primeira vez a sul de Portugal, fotografias digitais do jovem promissor artista espanhol, dentro do ciclo “O mapa e o território”, que nos fazem refletir sobre o conceito de territórios, povos, fronteiras, a precariedade e sentido da sua existência.

    Instalações interactivas de Boris Chimp 504
    Arte Digital
    O Museu ZerO apresenta instalações interativas do artista algarvio Miguel Neto dentro do projeto Boris Chimp 504 (que partilha com Rodrigo Carvalho), que nos levam a viajar pelo espaço e territórios de vivência quotidiana.

    Boris Chimp 504Ruben Martin de Lucas
    2 outubro a 31 dezembro - Trabalhos em cortiça e madeira de António Luz e José Venceslau: "Natureza em transformação"
    Natural de São Brás de Alportel, António Luz começou a sua carreira como marceneiro aos 11 anos. Mais tarde, foi empresário na área da carpintaria e móveis de cozinha. A globalização, a concorrência e a crise económica levaram-no em 2008 a reinventar-se dedicando-se a criar e produzir manualmente originais trabalhos a partir da cortiça. A valorização da cortiça e do artesanato aliada ao design e à utilidade estão presentes em cada peça.
    José Venceslau é um artesão profissional autor e criador de brinquedos e profissional em gesso criativo. Nesta exposição apresenta um lote de brinquedos e miniaturas construídos totalmente a partir de madeiras reutilizadas. Peças funcionais e criativas criadas a partir de técnicas ancestrais.
    José VenceslauAntónio Luz
  • As Artes e Ofícios
  • Contatos

    Telefone: 289 840 210
    E-mail: artes.oficios@cm-sbras.pt

    Serviços Municipais

  • Horário e Localização

    Horário:
    De segunda a sexta-feira, das 9h00 às 13h e das 14h às 17h00
    Sábado e domingo das 10h às 13h

    Localização:
    Rua Victorino Passos Pinto, n.º 1 e 3
    8150-151 São Brás de Alportel
    (junto ao Jardim da Verbena)

  • Normas de Funcionamento e Utilização

    Documentos para Download